Um blog para quem sabe que gerar filhos é uma obra que dura toda uma vida!!!

Um blog para quem sabe que gerar filhos é uma obra que dura toda uma vida!!!

terça-feira, 29 de junho de 2010

As crianças devem dormir em suas próprias camas

A hora de dormir dos filhos é uma ocasião desgastante para muitos pais. O bebê acorda até três vezes durante a noite para ser alimentado, ou, já maior, nega-se a ir para a cama, a dormir, ou ainda insiste em levantar.
Para evitar esses transtornos, é importante ensinar à criança onde dormir (na cama própria, se possível) e quando dormir (ou seja, à noite). E também a dormir por si mesma e a voltar a dormir por si mesma quando acordar durante a noite.
A princípio,  poderá ser um desafio para os pais,porém gradualmente as crianças formarão um hábito e tudo ficará mais fácil, contudo o sucesso se vbaseará sempre na persistência e criatividade dos pais.
Alimentar o filho na madrugada, permitir que ele fique acordado até sentir-se exausto, deitar a seu lado para faze-lo dormir, são procedimentos que prolongam os problemas.
Quando a criança recusa-se a ir para a cama, muitos pais curvam-se ante a teimosia, permitindo aos filhos assistir televisão até que adormeçam ou permanecerem acordados até a hora em que os adultos vão dormir.
A receita para uma convivência tranqüila é objetiva: Determine a que hora quer que seu filho vá para a cama e crie um ritual para marcar o momento. Por exemplo, dar banho, vestir pijama, fazê-lo escovar os dentes, ler uma história para ele.
Nessas ocasiões, evite deixar a criança agitada por estímulos, como brincadeiras ou cócegas.
Seus filhos podem querer conversar com você na hora de dormir. Procure fazer isso no quarto deles, não no seu. Assim, ao dizer boa noite você sai do quarto deles e não eles do seu.
Nunca suspenda o ritual noturno para punir um mau comportamento.
Encoraje seu filho ou filha a ter um bicho de pelúcia, um travesseiro ou coberta de estimação. Isso dará segurança, mesmo porque você não estará ao lado dele ou dela na hora de dormir, ou de acordar.
Criança teimosa não cede facilmente. A recomendação é clara: Feche a porta do quarto dela dizendo "Quando você ficar quietinha eu abrirei a porta".
Caso ela levante e saia do quarto, repita a operação. Leve-a com firmeza de volta à cama dizendo mais uma vez "Quando você ficar quietinha abrirei a porta".
Ameaçar ou demonstrar nervosismo e impaciência só reforçam o comportamento indesejável.
Sem favorecer um hábito, convide uma ou duas amigas ou amigos no caso de meninos, para ajudarem a arrumar o próprio quarto e até colocar alguma decoração, isso fará com que a criança aprenda a gostar de estar em seu carro.
Sempre deixe claro para a criança que todos possuem suas próprias coisas e isso é muito bom, exemplo cada um tem sua escova de dente, seu sapato, seu quarto e sua cama.
Muitos pais temem que ao fechar a porta do quarto possam estar assustando o filho, produzindo um trauma psicológico. Há consenso entre os especialistas de que é preciso impor limites à criança. A barreira física representada pela porta fechada é a maneira adequada de estabelecer esse limite. Claro está que os pais podem falar com a criança através da porta fechada. Assim ela saberá que estão presentes.
Há ainda situações em que a criança adormece sem dificuldade, mas durante a madrugada acorda, indo para a cama dos pais.
Devolvendo-a imediatamente a seu quarto, tão logo seja notada, evita que o comportamento tenda a repetir-se. Ela aprenderá a estar só e a não comprometer a privacidade dos pais.
Aprender a adormecer e a voltar a dormir sozinha é um direito da criança. Não devem os pais assumir a tarefa e impedir que elas o exerçam.
PESADELOS
Como ocorre com adultos, crianças também têm sonhos assustadores que as fazem acordar amedrontadas. Embora não se saiba a razão, considera-se que os pesadelos surgem na medida em que afloram medos e ocorrem conflitos internos na criança, acontecimentos naturais no processo de desenvolvimento.
Situações da vida real, tais como filmes de terror ou cenas de violência mostradas pela televisão também podem desencadear pesadelos.
Os pesadelos acontecem com freqüência na segunda metade da noite, quando os sonhos são mais intensos.
Acordada por pesadelo, a criança assustada precisa de contato físico, apoio e carinho. É possível que seja capaz de relatar o que ocorreu no pesadelo, permitindo aos pais mostrarem ter sido unicamente um sonho.
É aconselhável permanecer junto a criança alguns tempo, até que ela se acalme e volte a dormir. No dia seguinte, procure verificar se há alguma coisa perturbando seu filho. Os pesadelos são mais comuns em crianças que passam por situações de stress.
TERROR NOTURNO
Diferentemente do pesadelo, o terror noturno “Pavor Nocturnus” ocorre no início da noite, 1 a 4 horas depois que a criança adormece. Os pais encontram o filho sentado na cama gritando, gesticulando, mas não totalmente acordado. Com palpitação, olhos bem abertos. Pode estar falando, mas não responde ao que é perguntado.
Durante o episódio a criança não tem consciência da presença dos pais. Pode empurra-los e soluçar mais forte, se for tocada. Fica inconsolável, às vezes até por 30 minutos. Finalmente, relaxa e volta a dormir. No dia seguinte não lembra do acontecido.
Episódios de terror noturno são comuns dos 3 aos 8 anos de idade. Condição quase sempre herdada. Não produzem maiores danos e desaparecem com o crescimento.
Os pais não devem procurar consolar a criança durante o episódio. Ela está só parcialmente acordada. É suficiente fazer companhia, até que ela volte a dormir em segurança.
Enfim, não esqueça a chave é a persistência dos pais.

8 comentários:

ALICE CAMARA 30 de junho de 2010 14:54  

oi amiga, o meu tem 2 anos e dorme no quarto dele desde os 3 meses, isso é muito bom, pois ele fica mais seguro e independente. ele tem um paninho que adoraaaa na hora de dormir. só que não consegui criar o ritual antes de dormir, como dar banho, moro num local super frio á noite, e se ele toma banho de noite logo gripa. Não tem jeito, ele dorme tarde, o pai chega tarde do trabalho, então a casa fica movimentada a noite, e ele não quer desgrudar do pai, aí já viu, dorme de cansado,mas dorme bem. eu deixo ele bem a vontade p dormir, dorme a hora que tem sono... certo ou errado é assim que funciona aqui em casa... bjs amigaaa adorei a postagem!

Consuelo Vermelho 26 de agosto de 2010 12:49  

Oi Elizabete, vim aqui agradecer a visita em meu blog e conhecer um pouco do seu trabalho, que não é tão pouco assim ne... afff... como você tem curriculos... e acredito, que tenha também bastante experiência...
Esse blog das mães foi o que mais eu me identifiquei, pois acredito que ser mãe é a tarefa mais dificil que eu ja fiz em toda a minha vida...
Dei uma lida, parcial nas postagens desse blog e devo admitir que todos esses assuntos aqui abordados também me preocuparam quando minha filha passou por essas etapas todas...afff... um sofrimento mesmo ate a gente entender como lidar com isso tudo e não amarmos demais a ponto de estragarmos os nossos filhos, não é...
Hoje minha pimpolhinha já esta com 10 aninhos... uma pré adolescente (vamso dizer assim..., pra eu não me assustar...ainda não me adaptei com essa nova fase dela... enfim...)
Nunca queremos que eles cresçam pois sabemos que ser criança é bem melhor e mais fácil ne...
Adorei o seu trabalho e não sabia que existia conteudo como esse na internet a nossa disposição, vou linkar seu blog la no meu adorei tudo por aqui e os outros blogs também.
Não sei como você chegou até o meu blog mais acredito que tenha sido um presente de Deus para mim essa sua visitinha, obrigada por ter me dado a chance de conhecer seu trabalho e melhorar um pouco minha existencia.
Um grande beijo, com carinho, Consuelo.

Míriam 22 de setembro de 2010 01:17  

Oi, Querida:
Tudo bem?
Estou na dúvida se já te ofereci o meu award e a mascotinha do meu blog. Se você não tiver recebido, é pra buscar, tá?
Quero também te oferecer o selo da primavera e o mimo de Amiga Especial, ambos estão em Menu, Presentes Oferecidos.
Beijinhos carinhosos! Míriam ^.^

http://sonhosdamiriam.blogspot.com

Míriam 27 de setembro de 2010 20:36  

Oi, Querida!
Tive um probleminha no meu blog e perdi todos os presentes que ganhei, então estou relendo os comentários e pegando todos de volta. Hoje eu li que você me ofereceu seu award, mas não o encontrei aqui. Beijos e saudades, Míriam =)

http://sonhosdamiriam.blogspot.com

Míriam 10 de outubro de 2010 11:37  

Oi, Amiga: Tem um presentinho do Dia das Crianças para você no meu blog, afinal, todos temos um pouquinho de criança dentro de nós! Beijos! ^.~

Míriam 14 de outubro de 2010 23:10  

Olá, Amiga:
É com muita alegria que ofereço a você o selinho comemorativo das 3000 visitas ao meu blog! Vá buscar no " Sonhos da Míriam". Você é quem faz o meu bloguinho brilhar!
Beijos carinhosos!

Míriam 23 de outubro de 2010 23:50  

Oi, Amiga:
Vá buscar sua lembrancinha de Halloween lá no !Sonhos da Míriam".
Beijocas! ^.^

Cantinho Lú e Cia 12 de junho de 2012 17:59  

Obrigada pela visitinha, já estou te seguindo tbm.
PARABÉNS pelas matérias uma melhor que a outra.

bjs,

Postar um comentário

 
Formatado por http://www.cantinhodoblogger.blogspot.com. Imagens de http: